Falta de planejamento faz nova novela do SBT enfrentar futebol e mudar estreia

31-05-2009 20:12

É fácil explicar qual o raciocínio de quem dirige a programação do SBT ao antecipar a data de estreia da sua novela, "Vende-se um véu de noiva", do dia 17 para o dia 16 do mês que vem. Há, no momento inicial, um raciocínio que pode parecer lógico.

Na primeira data escolhida - que chegou a ser divulgada através de chamadas -, serão disputados os seguintes encontros: São Paulo x Cruzeiro, pela Libertadores da América; Nacional e Palmeiras, também pela Libertadores; e ainda, se já não bastasse, a primeira partida das finais da Copa do Brasil. Dessas quatro equipes - Corinthians, Internacional de Porto Alegre, Coritiba e Vasco da Gama, duas decidirão o título, com transmissão de Globo e Bandeirantes. O que sobraria para a novela? Nada. Foi exatamente isso que pensaram.

Só que puxar em um dia a data de estreia também não vai adiantar rigorosamente nada, porque o seu segundo capítulo já estará comprometido.

De novo a emissora paga por não ter ninguém pensando em estratégia de programação. Hoje, para qualquer lançamento, fecham os olhos na frente de um calendário e quando abrem vale o dia coberto pelo dedo.

O ideal seria dia 24 de junho, data em que haverá uma transmissão de Libertadores na Globo e só. Ou seja, sobraria mais público, já que a Bandeirantes não possui um produto forte para prejudicar a novela.
Mas, no fim, sempre prevalece a "vontade" do indicador.